A Pesquisa

Diante da necessidade do ensino da Ética para crianças, e considerando-se que essas já fazem uso das tecnologias em seu cotidiano infantil desde a mais tenra idade (PRENSKY, 2012), esta tese trata de problema referente à produção de um Blog Educativo, que sirva como um repositório especializado de Jogos Digitais Educativos para o ensino de Ética para crianças na faixa etária de 4 a 5 anos. Consideramos como hipótese que as contribuições oriundas dos estudos que abordam o uso dos jogos reais para a formação moral infantil, bem como pesquisas que analisam a qualidade de Jogos Digitais Educativos podem auxiliar na resolução do problema que motiva esta pesquisa. O objetivo é oferecer aos professores material para avaliação qualitativa dos Jogos Digitais Educativos voltados para o ensino de Ética. A produção do Blog foi o ponto de partida para se identificarem os Jogos Digitais disponíveis na internet que poderiam ser utilizados para o ensino de Ética e também as virtudes presentes nesses mesmos Jogos. A metodologia da pesquisa desenvolveu-se em quatro etapas de acordo com as técnicas de estudo qualitativo de Bardin (2011): na primeira etapa foram elaborados os instrumentos e Ficha de Análise de Jogos Digitais Educativos para o Ensino de Ética e Descrição de Indicadores para Avaliação de Jogos Digitais para o Ensino de Ética com base nas pesquisas sobre avaliação de Jogos Digitais e Games de Vilarinho & Leite (2015) e Coutinho (2017); na segunda etapa foram realizadas a busca e a seleção dos Jogos Digitais a serem avaliados; na terceira etapa, as análises e avaliações foram concluídas, com a interpretação das virtudes nos Jogos Digitais fundamentadas na hermenêutica de Ricoeur (1976; 1990) e, na quarta e última etapa, houve a divulgação dos Jogos Digitais e de suas respectivas análises em Blog na internet. A qualidade dos Jogos Educativos para o Ensino de Ética foi fundamentada em pesquisas referentes à avaliação de Softwares Educativos de Oliveira et al. (2001) e Tajra (2001) e também referentes à avaliação de Jogos Digitais (VILARINHO; LEITE, 2015) (COUTINHO, 2017). A fundamentação teórica que norteia a pesquisa engloba o Ensino de Ética, a infância e as Tecnologias na Educação. A Ética é compreendida segundo Aristóteles (séc. IV a. C., 2014) no que se refere às virtudes e se fundamenta também nos filósofos MacIntyre (2001) e Sucupira Lins (2013, 2009c, 2007,1999). MacIntyre (2001) identifica na contemporaneidade a Desordem Moral, apresentando como solução o retorno à tradição e à Ética das Virtudes aristotélicas. Sucupira Lins (2013, 2009c, 2007,1999) contribui com reflexões sobre a Ética das Virtudes na sociedade, enfatizando as influências na formação moral de crianças no âmbito escolar sob a orientação moral do professor. O conceito de infância é fundamentado pelos estudos de Piaget (1990) sobre Epistemologia Genética e no desenvolvimento da moral infantil por meio de jogos com regras (PIAGET, 1994) (KAMII; DeVRIES, 1991). A fundamentação teórica, no que se refere às tecnologias na educação, é baseada em Papert (1994) e Valente (2002), que concebem o computador como ferramenta para o ensino de crianças.  O uso educativo dos Jogos Digitais é baseado nas contribuições de Huizinga (2004), Mattar (2010), Prinsky (2012) e Arruda (2011). A tese resultou na elaboração de indicadores para a análise da qualidade dos Jogos Digitais destinados ao ensino de Ética para crianças, que serviram como base para a elaboração do instrumento de avaliação. Os dados obtidos por meio da análise dos Jogos Digitais validaram os indicadores elaborados. Concluímos que existem Jogos Digitais para o ensino de Ética disponíveis na internet, porém não em quantidade e qualidade adequadas, que contemplem todas as virtudes. Sugere-se, ao final desta pesquisa, que os indicadores elaborados sejam utilizados em outras pesquisas que se dediquem à construção de novos Jogos Digitais destinados ao ensino de Ética para Crianças.

 

Palavras-chave: Educação Moral; Infância; Jogos Digitais na Educação.